quarta-feira, junho 10, 2009

The Day I Tried to Live

O dia dos namorados está chegando. Ponto. Não me arrisco a contar peripécias ou decepções amorosas por aqui por dois motivos: primeiro que a Alê tá fazendo isso primeiro e muito bem, segundo porque eu realmente não tenho tanta coragem de me expor. No fundo eu sou um cara envergonhado e também não tenho muito orgulho deste meu passado, assim certas coisas devem permanecer muito bem escondidinhas.

Porém, o foco é o dia dos namorados em si. Já passei diversos acompanhados, diversos desacompanhados. Neste ano passarei sem patroa, a pensão está sem dona e acho que não será o último destes dias que passarei sozinho, já que namorar não está nos meus planos a curto prazo.

Ok ok, muitos virão para dizer que certas coisas não se planejam e que esta é uma delas, e eu concordo, mas convenhamos que você estar receptivo ajuda em muito no processo. Mas, sem mágoas. Os namoros que tive me trouxeram mais coisas boas do que ruins, cada um do seu jeito e graças a Deus consigo manter uma relação saudável e amistosa com a maioria delas.

Mas o dia dos namorados está chegando e eu não sei o que vou fazer. Para mim, é um dia como outro qualquer, já que não sou muito ligado em datas comemorativas. Então, qualquer plano está valendo.

E o bom é que eu não vou precisar comprar presente pra ninguém, já que tô duro pra caralho!

6 comentários:

Doggas disse...

eu odeio o dia dos namorados. hahahahaha
ja falei 800 vezes isso. fazer o quê????
por isso, fondue da revolta, aí vou eu. hahaha.

bjs

Isa

disse...

Goró né... essa talvez seja a melhor opção (ou pelo menos a que eu escolhi rs)
Bjo

Ju disse...

Também odeio! Mais uma data para os consumistas de plantão... =/

Ps. Ex bom é ex morto(a)... kkkk (brincadeirinha)!

Beijos menino sem coração! =*

Alê Marucci disse...

Agradecida pela menção e elogio. Smack. ;)
Maaaaaaas... Não tem coragem de se expor? Na boa, em seu post "My Big Bang Theory" você se expôs muito mais do que eu fiz até agora com minhas historinhas de amor, vai!
E eu adoro o dia dos namorados assim como adoro todas as datas em que é possível dar e receber presentes. Ter ou não namorado é só um detalhe.
Beijoca.

Juliana A. disse...

O Dia dos Namorados é só um detalhe! Um motivo a mais pra eu ficar em casa vendo alguns filmes. Não ligo mesmo pra essas coisas, mesmo quando namorava.
Ah, e é bom demais estar solteira, mas um namorado é bom também, né?
Aproveite!
Beijo!

A.K disse...

pão duro. prontofalei