quarta-feira, junho 02, 2010

A Velocidade das Redes Social, Um Exemplo Bobo

Não costumo escrever aqui muito sobre coisas com as quais eu trabalho, até porque normalmente trabalho com coisas desinteressantes e que não geram nada que valha a pena dizer, mas de uns meses para cá eu comecei a trabalhar com redes sociais, o que tem tudo a ver com este blog. Com isso, dá para aprender um monte de coisas e ver aplicações práticas daquilo que para mim, até algum tempo atrás, não passava de um hobby.

Porém eu vou falar aqui de algo que aconteceu não exatamente no meu trabalho, mas sim em um assunto off-topic, mas que tem tudo a ver com este conceito de redes sociais. Ontem (terça), estávamos conversando via Twitter eu, Ademir, Carlinhos e Fábio sobre o Palmeiras jogar estes dois útimos jogos com a camisa limpa e, um assunto leva ao outro, falamos que a camisa poderia apresentar alguma forma de protesto. Assim, o Carlinhos brincou com a camisa e fez duas idéias: a primeira escrita na frente: "Fora Cipullo", e a segunda: "Precisa-se de um:" acima do número 9, clara alusão ao fato de não termos um centroavante fazedor de gols.

A brincadeira foi muito legal e começamos a retwittar. Qual não foi a surpresa quando, uma hora depois, as imagens estavam no portal GloboEsporte.com (com direito a chamada na home do Globo.com) e, posteriormente também no Blog da Redação, do Uol.

Tá, mas o que isso quer dizer? Muito simples, isto mostra duas coisas: a velocidade com que as coisas acontecem nas redes sociais e que existe muita gente de olho nelas. Existe muita informação rodando nelas, e assim como existe muito lixo, existe também muita coisa boa, muitas mentes pensantes e ativas que, até pouco tempo atrás eram restritas à pequenos nichos, ou mesmo à sua cabeça, sem ninguém mais conhecer suas criações. E que, com o advento das redes sociais, principalmente o Twitter e o conceito de instantaneidade e simplicidade criado, um universo novo se abriu para estas pessoas.

As principais empresas e mídias já perceberam o valor da rede social e a sua penetração, e estão de olho nelas 24/7, sem deixar escapar quase nada. Mesmo no meio do flood de informações, é muito mais fácil você ser ouvido hoje que antigamente, principalmente se o que você disser tiver alguma relevância. É cada vez mais difícil se alegar ignorância e sustentar uma mentira, pois além de todos virarem publicadores de conteúdo, passaram também a ser avaliadores destes.

E assim funciona este novo conceito de redes sociais, uma brincadeira entre amigos acabou nos dois maiores portais da internet, o que nos faz pensar quanto mais disto aconteceu e acontece todos os dias. Será mesmo que as redes sociais ainda são aquilo que já foi um dia dito do Twitter, um hospício, onde todo mundo fala sozinho e as vezes, um louco responde? Acho que não mais, não tem mais ninguém falando sozinho aqui. Muito pelo contrário.

Para quem tiver curiosidade em conhecer o desenho:

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/2010/06/foto-palmeirense-brinca-para-protestar-contra-cartola-e-falta-de-9.html

http://uolesporte.blog.uol.com.br/arch2010-05-30_2010-06-05.html#2010_06-01_22_39_31-10305746-0

2 comentários:

Isa disse...

adoro! ainda mais q já consegui trampo pelo twitter... lembra? haha. massssss uma coisa: mtas vezes as infos se perdem e não se sabe a fonte. Alguém colocou que foi seu amigo que fez?

;)

beijos

Ford Nunca Mais! disse...

Eu ouvi essa história na CBN hoje!!!
Também estou tentando fazer um "meme" pegar: "Misturei Activia com 4 rodas e saiu um Ford Fiesta!" (Fiosta?)