domingo, julho 19, 2009

Fotos Emboloradas no Sótão

A grande maioria das nossas coisas (minhas e da minha família) encontram-se encaixotadas no sótão da casa que era da minha avó e numa salinha aos fundos dela. Décadas de coisas que não cabem mais nas nossas casas, uma vez que eu moro aqui em SP, minha irmã se casou e mudou pra Limeira e meus pais ainda moram com meus irmãos em SBO mas, como é menos gente, a casa passou a ser menor. E dá-lhe coisa velha guardada.

Eu sempre mexo lá, mas superficialmente, e nestes dias estamos tirando tudo de lá para desocupar a casa e separar o que é bom do que é ruim, pois tem muita coisa que é sem uso ou que se estragou neste tempo. E quando se mexe nisto, é como abrir uma caixa de lembranças. A cada caixa ou sacola aberta, as lembranças vão saltando, coisas ou fatos que nem me lembrava mais existirem reaparecem, deixando na boca um gostinho doce e ao mesmo tempo amargo, de tempos que já se foram e não voltam mais.

Livros dos mais diversos tipos, de direito, juvenis, romances, estudos. Quadrinhos. Revistas velhas. Fotos. Minha planilhas, histórias e dados de RPG. Meu poncho escoteiro. Minhas faixas de judô. Folhetos das minhas viagens. Utensílios do primeiro apartamento. Camisas de times. Muitas coisas de um tempo em que a vida era mais suave e eu era mais inocente e sorridente.

Naquele momento, e nas horas seguintes, uma sensação ruim se abateu sobre mim, um misto de tristeza e decepção, pois tal serviu para desencavar lembranças muito bem sepultadas, porém acho que ao final foi para o bem, para eu lidar melhor com isso e, finalmente, deixar as energias fluírem. Joguei caixas no lixo, separei livros para a biblioteca e roupas para quem precisa, mas, principalmente, me conscientizei que, por mais que não voltem mais, as boas lembranças não serão tomadas de mim, como muitas outras coisas foram.

Bem, pelo menos eu estou tentando me conscientizar, mas é um trabalho árduo.

2 comentários:

Lari disse...

É sempre bom nos desfazermos de coisas antigas que já não tem mais sentido para nós. Libera toda a energia parada que atrapalha nossa vida. =)
Beijo

orapilulas disse...

Véio, de vez em quando acho umas coisas antigonas e as lembranças explodem. Mas é sempre bom encontrar certas lembranças, seja para exorcizar as coisas ruins do passado ou para contrapor os momentos difíceis de hoje com outras épocas. E relembrar bons acontecimentos também ajuda pra caralho. Abraço!