domingo, outubro 05, 2008

Quase um Sonho

Quando foi anunciado que o Queen + Paul Rodgers fariam shows no Brasil, minha irmã lembrou que eu escrevi, alguns anos atrás, nesse blog, que se eu encontrasse o gênio da lâmpada e ele me concedesse os três desejos de praxe, um deles era estar no show que o Queen fez no primeiro Rock in Rio.

Muitos anos após eu ter começado a ouvir Queen (e nunca ter parado), finalmente parte do meu sonho está perto de se tornar realidade. Certo, daí começam muitos a dizer que o Queen sem o Freddie (e o John, que a maioria esquece) não é a mesma coisa, concordo, mas como eu não sei o que é mais difícil, ressuscitar o Freddie ou arrancar o John da sua fazenda, dou-me por muito satisfeito em poder assistir ao Brian e ao Roger ao vivo, especialmente tão de perto como no Via Funchal.

Como era previsto, os ingressos desapareceram, mas eu garanti o meu, uma pista, para o dia 27, e lá estarei para mais de duas horas de um show que tem tudo para ser inesquecível pois, além dos clássicos tocados pelos mesmos músicos (ninguém copia a guitarra do Brian), ainda poderei ver o Roger cantando suas músicas, que são foda, entre elas a melhor de todas do ótimo Cosmos Rock:



Então, cá estou eu, aos 31 anos, contando o dia para ouvir a banda que mais ouvi em toda a minha adolescência e que mudou a minha forma de ouvir música. E se até hoje, apesar do meu amor à música, nenhum show consegui arrancar uma lágrima minha, isso pode mudar em breve.

God saves the Queen!

2 comentários:

Adriana disse...

seugay.
=P

Alê disse...

Queria ir pra poder te ver se esvair em lágrimas, hahah.